Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 23 DE ABRIL DE 2014

Email
HOME
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  22/04/2014   A importância da gestão de resíduos nos empreendimentos brasileiros - Em tempos de sustentabilidade e num cenário de grandes transformaçõ...     22/04/2014   Aneel: primeiro aporte a distribuidoras será de R$ 4,7 bilhões - BRASÍLIA - O primeiro aporte de recursos do empréstimo bancário para d...     22/04/2014   Mineroduto integrado a porto ajuda na logística - Antonio Henrique Pereira Silveira: investimentos em portos são fundamentais para escoam...     22/04/2014   Fator eleição ganha relevância para desempenho de elétricas em bolsa - As ações do setor elétrico ensaiam uma recuperação desde o mês pas...     22/04/2014   A diversificação internacional em ações - Os últimos anos têm sido marcados por uma piora no cenário econômico brasileiro. Em 2014, probl...     22/04/2014   Sabesp: entra em cena risco político e de racionamento - Não foi do dia para a noite que a Sabesp se transformou numa empresa controlada ...     22/04/2014   Etanol hidratado sobe 8,6% nas usinas em SP - Os preços do etanol voltaram a subir na última semana nas usinas em São Paulo, num sinal de...     22/04/2014   Perda bilionária na TAM não vai se repetir, diz Bologna - O aporte de R$ 3,5 bilhões feito pelo grupo Latam na TAM no ano passado, para c...     22/04/2014   Sabesp sobe nos EUA, mesmo sem reajustar preços - Os papéis da Sabesp negociados em Nova York subiram 1,8% ontem com o fim do processo de...     22/04/2014   Novatas do petróleo e gás brilham na bolsa com exploração do xisto - Um novo tipo de petrolífera está fazendo sucesso com os investidores...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

15/02/2009

Cuidados com a distribuição de alimentos perecíveis

Artigos / Entrevistas

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

8,78

10 votos

Como os alimentos perecíveis são sensíveis à deterioração biológica, física ou química, podendo prejudicar suas qualidades para consumo se não forem devidamente acondicionados, estocados, transportados e entregues. Neste ponto, a logística de distribuição passa a ter um importante papel.

Para uma análise adequada vamos considerar os seguintes aspectos:

- Condições e restrições para conservação;

- Embalagem e unitização;

- Armazenagem e transbordos; e

- Transporte.

Cuidados para preservação

Condições e restrições que devem ser consideradas para impedir a deterioração dos alimentos perecíveis:

- Biológica e química: temperatura, contaminação, umidade, ventilação, iluminação e tempo (fator agravante);

- Física: embalagem, unitização, manuseio, estocagem, empilhamento, transbordo, vibração, impacto, etc;

Quando a preservação do alimento depende de baixas temperaturas (“cadeia do frio”), as mesmas devem ser rigorosamente controladas, pois qualquer alteração na qualidade do produto é acumulativa e não recuperada.

Embalagem e unitização

Para a preservação dos produtos deve-se considerar a embalagem (envoltório para acondicionamento do produto) desde a fase de desenvolvimento do produto, produção, armazenagem e transporte até o ponto de venda, devendo ser consideradas as suas funções para cada etapa:

- Primária: contém o produto, é a unidade de comercialização no varejo;

- Secundária: é o acondicionamento (bandeja, filme, etc) das embalagens primárias, normalmente utilizada para disposição no ponto de venda;

- Terciária: contentores resistentes (papelão, plástico, madeira, etc), para unitizar as embalagens secundárias para movimentação manual e transporte, normalmente é a unidade de atacado;

- Quaternária: unitização das embalagens terciárias (palete) para estocagem e transporte;

- Quinto nível: para preservação ou transporte especial  (caminhões ou contêineres).

Armazenagem

O projeto e a operação de um armazém não pode restringir-se apenas a otimização do aproveitamento do espaço (agravado pela despesa com energia no caso de refrigeração), porém deverá conciliar os conceitos logísticos com as condições relacionadas à preservação de alimentos perecíveis. Portanto, alguns fatores devem ser considerados:

- Recebimento e expedição: nestas fases em que ocorrem as transferências e transbordos devem ser avaliadas as instalações físicas, pois estas áreas estão sujeitas a contaminação externa (sujeira e temperatura) quando os produtos ficam expostos e pode ocorrer algum tipo de deterioração;

- Estocagem: conforme já comentado acima não deve priorizar exclusivamente a logística e considerar os aspectos relacionados à preservação dos produtos;

- Equipamentos de MAM (movimentação e armazenagem de materiais): devem ser especificados de forma a racionalizar os aspectos logísticos (densidade, acessibilidade, freqüência e custos) e os relativos à preservação do produto (temperatura, contaminação, ventilação, etc);

- Seqüência de entradas e saídas: como o tempo é um fator agravante para as condições de preservação, devem ser tomadas precauções para que os produtos fiquem o menor tempo estocados e utilizados os conceitos de PEPS (primeiro que entra é o primeiro que sai) ou o PVPS (primeiro que vence a validade é o primeiro que sai), sendo que para garantir tal procedimento devem ser utilizados softwares de gerenciamento de armazéns (WMS) e sistemas de códigos de barras;

- Picking (separação de produtos para formação do pedido): assim como o recebimento e a expedição, esta também é uma área sensível, portanto deverá ficar segregada do estoque, tanto para otimizar as atividades logísticas quanto para garantir a preservação dos produtos.

Transportes

Esta fase é a mais vulnerável porque normalmente sai do controle do embarcador. Entretanto, todos os esforços devem ser feitos para garantir a preservação dos alimentos perecíveis. Alguns fatores devem ser considerados:

- Embarque e desembarque: tem problemas semelhantes aos apresentados na fase de recebimento e expedição, quando ocorre o transbordo e também fica exposto à contaminação externa (sujeira e temperatura) no momento da transferência do/para o caminhão. Para atenuar o problema são necessárias instalações adequadas de recebimento e expedição, com portas automáticas e plataformas niveladoras;

- Para longas distâncias (principalmente para exportação e importação) é necessário o transporte intermodal, o qual depende de operações de transbordo, principalmente em contêineres quando se trata de alimentos perecíveis;

- Apesar das dificuldades apresentadas em relação à etapa de transporte, os equipamentos disponíveis no mercado são adequados. No caso de cargas resfriadas ou refrigeradas, as condições térmicas nas carroçarias são semelhantes às dos contêineres.

Nota: A Norma NBR 14701 de 29 de junho de 2002 regulamenta o transporte de produtos alimentícios refrigerados com o objetivo de definir a temperatura adequada ao longo de toda a cadeia de abastecimento, desde os armazéns frigorificados do produtor, até a entrega ao varejo, e abrange também: embalagem, unitização, movimentação, uso de registradores de temperatura nos estoques e nos transportes, entre outros.

Conclusão

Para uma adequada distribuição e entrega de produtos perecíveis é necessário entender as restrições e condições para preservação, desde o desenvolvimento da embalagem para atender todas as funções, armazenar e transportar adequadamente.  

(*) Antônio Carlos Rezende é gerente de projetos da IMAM Consultoria

 

Por (*) Antonio Carlos Rezende

 

Qual a sua avaliação?

2 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Recomendar   Imprimir

Clique para ampliar

Leia Também

A importância da gestão de resíduos nos empreendimentos brasileiros

A diversificação internacional em ações

A segunda abertura do Japão ao exterior

O rumo perigoso de Putin

Qual é o objetivo da Resolução 460 do CONTRAN, que passa a vigorar em junho?

Aneel: primeiro aporte a distribuidoras será de R$ 4,7 bilhões

Mineroduto integrado a porto ajuda na logística

Fator eleição ganha relevância para desempenho de elétricas em bolsa

Sabesp: entra em cena risco político e de racionamento

Etanol hidratado sobe 8,6% nas usinas em SP

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS


 
 


Notícias em Tempo Real

   

UFRGS

Federasul

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística