Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 2 DE SETEMBRO DE 2014

Email
HOME
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  01/09/2014   Aliança Navegação e Logística participa do evento “A Hora da Cabotagem” - Na ocasião, os gerentes Gustavo Costa e Mark Juzwiak ressaltarã...     01/09/2014   Cantareira chega ao 100º dia de queda mesmo com chuva no domingov - Desde maio volume acumulado do sistema não teve recuperação. Dados sã...     01/09/2014   Obras na Marginal do Tietê realizadas pela Prefeitura de São Paulo alteram acesso da Via Dutra - CCR NovaDutra realiza desvio do tráfego ...     01/09/2014   Airbus culpa pilotos, TAM e Infraero por acidente em Congonhas em 2007 - Alegação está em processo movido pela Itaú Seguros sobre indeniz...     01/09/2014   A bagagem extraviou, e agora? - Especialista dá dicas de como evitar o incidente e de que forma proceder no caso de desvio da bagagem.     01/09/2014   VLI instala dormentes de plástico na Ferrovia Centro-Atlântica - Trecho em Uberaba é o primeiro da FCA a receber peças produzidas com mat...     01/09/2014   Com apoio da CCR SPVias, Teatro Nos Parques volta a São Paulo nos dias 6 e 7 de setembro - Com apoio da CCR SPVias, a 1ª Edição Nacional ...     01/09/2014   Tecon Rio Grande atrai novos embarques de frango para o Oriente Médio - Mais Frango passou a utilizar o terminal gaúcho para escoar produ...     01/09/2014   LAMSA lança campanha para apresentar serviços prestados aos usuários - Presente no atendimento rápido e no apoio aos usuários, a LAMSA, c...     01/09/2014   PRIMEIRO TRECHO DO MONOTRILHO DA LINHA 15-PRATA, ENTRE VILA PRUDENTE E ORATÓRIO, É ABERTO PARA VISITA DA POPULAÇÃO - Metrô entrega ciclov...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

09/12/2007

Mercovia, concessionária da Ponte São Borja - Santo Tomé/Argentina completa 10 anos

Destaques

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

5,39

5 votos

Por um acordo subscrito entre a Republica Argentina e a Republica Federativa do Brasil  com a data de 22 de Agosto de 1989.

Aprovado pela Lei 23.772, iniciou-se o exame das questões referentes a Construção e Exploração de uma Ponte Internacional sobre o Rio Uruguai, unindo as cidades de São Borja e Santo Tomé.

Em Abril de 1991, ambos os países chamaram a Licitação Pública Internacional para a  Concessão do projeto, construção, operação, manutenção, exploração e transferência (sistema BOT, built, operate, transfer) da Comunicação Vial Internacional, mas a mesma foi declarada deserta, sem investidores interessados. Finalmente se aprovo um documento com bases e condições para uma nova licitação com data de 30 de março de 1995.

A  Licitação foi ganha pelo Consórcio MERCOVIA S.A; que atualmente esta integrando por IMPREGILO INTERNACIONAL INFRAESTRUCTURES NV, NECON S.A E J.J CHEDIACK S.A.

Já com os projetos em marcha e pouco tempo antes do inicio da construção da obra, ambos os governos decidem trocar radicalmente a concepção do empreendimento, que previa a Construção de dois Centros  de Fronteira, um em cada lado da Ponte;  onde deveriam instalar-se todas as autoridades e organismos Argentinos e Brasileiros que controlam o comércio internacional e o trânsito de turistas e vizinhos de São Borja e Santo Tomé.

Em Junho de 1996, se inicia a Construção da obra, que demandou 18(dezoito) meses e uma inversão total de cerca de US$ 50.000.000, dos quais US$ 8.000.000 aporto o Governo Argentino e US$ 8.000.000 aporto o Governo Brasileiro, o restante da inversão  por conta da Concessionária.

Em dezembro de 1997, finalizou-se a Construção do empreendimento, sendo inaugurada em 09 de Dezembro pelos presidentes da Argentina e o Brasil, Carlos Menem e Fernando Henrique Cardoso respectivamente.

O Primeiro Centro Unificado de Fronteira do Mercosul está completando 10 anos.

No dia 09 de Dezembro de 2007, a Ponte Internacional da Integração que liga o Brasil (São Borja-RS) e a Argentina  (Santo Tomé-Corrientes) e o Centro Unificado de Fronteira estarão completando 10 anos de prestação de serviços no Comércio Internacional.

O Centro Unificado de Fronteira faz a diferença no Comércio Internacional

A Integração Brasil-Argentina já é uma realidade:

Uma única parada para realizar todos os trâmites com a maior rapidez e eficiência. Um lugar onde todos os organismos públicos e privados intervenientes nas liberações de mercadorias  estão no mesmo espaço físico.

Instalações Modernas para seus Usuários:

Com uma superfície de 81 hectares, o Centro Unificado de Fronteira de Fronteira oferece 5.000m² de modernos escritórios informatizados com  Sistema Maria, Siscomex, CUF e Internet, linhas telefônicas brasileiras e Argentinas.

Uma das  diferenças é  a infra-estrutura que foi projetada desde o inicio  para oferecer de forma eficiente e ágil , os mais completos serviços de Comércio Internacional.

Este aproveitamento simultâneo de tempo e espaço permitem aos usuários otimizar seus custos, favorecendo a re-engenharia de seus processos e estimulando a competitividade.

Para Trabalhar com o Conforto do Terceiro Milênio:

Além de desburocratizar os processos de fronteira, o Centro Unificado funciona de forma dinâmica adaptando-se ás necessidades de seus usuários. Para isto conta com uma administração idônea que facilita as tarefas, coordenando-as para satisfazer seus clientes, e opera durante as 24 horas nos 365 dias do ano, sob a mais estrita segurança, com vigilância permanente durante todos os dias.

O Compromisso é a Eficiência e a Agilidade

- Única parada do Veículo Transportador na zona de fronteira
-Aduana Brasileira e Argentina fisicamente interligadas
-Trabalhos integrados com transferência automática e obrigatória de documentos, via concessionária
- Possibilidade de apresentar o despacho de exportação na Aduana de saída e simultaneamente o despacho de importação na aduana de entrada, nos processos que tramitam nas Aduanas de São Borja e Santo Tomé.
- Interconecção entre o Sistema informático CUF e os usuários/clientes, via Sistema EDI(Intercâmbio Eletrônico de Informação)
-Acesso Via Internet, das informações sobre a situação das cargas em fronteira
- Não utiliza senhas para ingresso de veículos
-Emissão de certificado de origem do Mercosul, nas instalações do Centro Unificado de Fronteira
-O Centro Unificado de Fronteira, conta com clientes fiéis, responsáveis por cargas de alto valor agregado, devido ás condições específicas de segurança que este complexo oferece.

A Filosofia da Concessionária Mercovia S/A

Visão

Ser o paradigma dos passos fronteiriços da América Latina.

Missão

Contribuir com a Integração de nossos países.

Valores

MERCOVIA S.A. ha adoptado un sistema de valores que deben constituir el constante punto de referencia de comportamiento para todos sus empleados.

• Transparência e Honestidade
• Profissionalismo
• Pró – Atividades e inovação
• Servir com qualidade
• Crer em nossa gente

Negócio

Administrar a concessão com rentabilidade

Infra Estrutura para Operadores de Comércio Exterior e Transportadoras:

O Centro Unificado de Fronteira conta com 68 salas para Operadores de Comércio Exterior e Transportadoras, localizados no mesmo complexo. Os maiores e mais eficientes Operadores e Transportadores operam por São Borja/Santo Tomé.

Tempos Médios de Liberação no Centro Unificado de Fronteira

-Desembaraço em Fronteira: 07:38 horas, liberando ambas as Aduanas
-Trânsitos Aduaneiros e MIC/DTA: 06:08 horas, liberando ambas as Aduanas
-Vazios/Em Lastre: 02:17 horas, liberando ambas as Aduanas.

ISO 9001:2000

Na busca permanente de implementar soluções inovadoras e de acordo com estes tempos, considerando como elementos fundamentais do compromisso com a excelência e a melhora continua e a satisfação de nossos clientes, implementamos um sistema de gestão de qualidade, segundo a norma 9001:2000 que é:

Prestação de Serviços de ingresso, Registro. Permanência, serviços de apoio, liberações administrativas, saídas do Centro Unificado de Fronteira do Transporte Internacional de cargas, Gestão de Comércio Exterior e pedágio de veículos Leves.

INSTITUCIONAL MERCOVIA S/A

No ano de 1995, os governos da República Argentina e da República Federativa do Brasil, decidiram implementar uma nova alternativa de cruze fronteiriço entre os dois países, abrindo licitação pública internacional para colocar em prática o projeto, construção, operação, manutenção e exploração da comunicação entre as cidades de Santo Tomé (República Argentina) e São Borja (R. F. Brasil), licitação esta que foi vencida pelo consórcio Mercovia S.A., integrado por empresas Italianas, Argentinas  e Brasileiras.

Este novo modelo arrojado, de sociedade entre os estados nacionais e as iniciativas privadas, que incide no financiamento misto para a construção do empreendimento, teve como conseqüência o nascimento do Primeiro Centro Unificado de Fronteira do Mercosul, hoje operado  por nossa empresa na condição de concessionário, que através do direito de utilização das instalações e serviços que oferece aos usuários, recupera o investimento feito nesta construção, no decurso de 25 anos de concessão.

O Centro Unificado de Fronteira, construído em território  argentino, está localizado na cidade de Santo Tomé – Província de Corrientes - Argentina, fronteira com a cidade de São Borja – Rio Grande do Sul – Brasil.
          
Como o próprio nome indica, o Centro Unificado de Fronteira agrega a totalidade dos organismos públicos argentinos e brasileiros responsáveis pela nacionalização e liberação de veículos e mercadorias. Os organismos Argentinos e Brasileiros inclusive, utilizam o mesmo prédio: Aduana Argentina, Gendarmeria Nacional Argentina, Banco de la Nación Argentina, SENASA, Câmara Argentina de Comércio, INAL, Receita Federal, Polícia Federal, Banco do Brasil, Ministérios da Agricultura e Saúde, Agência Nacional de Transportes Terrestres - ANTT, EMATER, Associação Comercial e Industrial de São Borja - ACISB, entre outros.

Somam se a isto, a segurança das cargas e veículos, informações  on-line,   transparência  operacional e  redução dos custos, fazem do Centro Unificado de Fronteira uma opção extremamente  vantajosa para as operações de Comércio internacional  entre o Brasil e os demais países do Mercosul.

INSTALAÇÕES DO CENTRO UNIFICADO DE FRONTEIRA

Guaritas de Controle

Registro e controle de veículos desde o ingresso até a saída do Centro Unificado, através de guaritas localizadas no Pátio Aduaneiro Unificado.
Centro de Despachos Aduaneiros

Despachantes Aduaneiros, Agentes de transporte, Comissárias de Despachos e Transportadores de cargas, contam com área privada e contígua ao pátio alfandegado. As instalações oferecidas contam com: 64 salas com 16m² cada uma, conexões de fibra ótica, acesso aos sistemas SISCOMEX, MARIA e MERCOVIA, ar condicionado, linhas telefônicas argentinas e brasileiras, sanitários masculino e feminino.

Administração do Pátio Aduaneiro

Com área edificada de 1.200m², estão contemplados todos os organismos necessários para os trâmites de liberação de cargas e veículos, dispostos de tal forma, a agilizar o encaminhamento documental sentido de ingresso do caminhão no pátio aduaneiro:  
Lado AR: Gendarmeria Nacional, Aduana Argentina, Banco de la Nación, Secretaria dos Transportes e Câmara de Comércio Argentina.
Lado BR: Polícia Federal, Receita Federal, Agência Nacional de Transportes Terrestres-ANTT, Banco do Brasil e Associação Comercial de São Borja - FIERGS.
  
Neste mesmo prédio, também está a Administração Operacional da Mercovia, sala de apoio aos serviços de despacho aduaneiro, centrais telefônicas e Centro de Processamento de Dados.


Pátio Aduaneiro

O pátio unificado para estacionamento e manobra de caminhões, é totalmente iluminado e possui  capacidade estática de aproximadamente 500 caminhões ordenadamente estacionados.

Concebido, para diferentes tipos de carga, oferece boxes reservados para: cargas perigosas, perecível, MIC/DTA, trânsitos aduaneiros, cargas que realizam desembaraço aduaneiro em fronteira.
Dispomos também de área reservada com câmaras para expurgo e torres de energia para cargas refrigeradas.

Inspeção Sanitária

Os organismos de controle zoofitossanitários da Argentina e do Brasil, como: SENASA, MAARA, EMATER, possuem seus procedimentos unificados e de forma simultânea, com  retirada de amostra de produtos argentinos e brasileiros, onde os trabalhos e emissão dos respectivos laudos de inspeção e certificados são feitos em conjunto com ambos organismos de Brasil e Argentina.

Ministério da Saúde do Brasil – ANVISA


Desde 1998 instalou-se em caráter definitivo, com pessoal capacitado, operando através do Siscomex para anuência de LIs, e para o exame das mercadorias.

Inspeção Física e Depósito de Mercadorias

Prédio designado pelas Aduanas para a conferência de cargas, ocupa uma área coberta de  de 2.400m², iluminada, com  capacidade  para exame de 8 caminhões simultaneamente, com quatro vãos de acessos individuais e plataformas que possibilitam o manuseio das mercadorias nas laterais e traseira do caminhão sem a necessidade de movimentá-lo, além de dispor de fossos para inspeção de chassi e rodados do caminhão, salas destinadas a Concessionária, Aduana brasileira e Aduana Argentina.

Junto a inspeção física, ocupando uma área de 1.600m², estão localizados os dois depósitos de mercadorias, com módulos de 800 m2 cada um destinados ao armazenamento de mercadorias alfandegadas e apreendidas.  Todo em estrutura metálica e alvenaria, portões móveis de correr e ótima iluminação, cumprindo todas as normas de segurança,  exigências legais e aduaneiras.

Área de Expurgo, Cargas Perigosas e Incineração
  
Estão disponíveis, em locais afastados do parque de estacionamento, de acordo com a necessidade e normas de segurança possuindo: área para expurgo, cargas perigosas e  incineração.

Sistema de Informações – ON LINE

Contamos com dois sistemas de informações à Usuários, um interno e outro externo, sendo que o primeiro é para utilização nas dependências do Centro Unificado e o segundo, à usuários que estão em outras localidades, através de  nosso Web Site www.mercovia-sa.com.br.

Para utilização do sistema on-line de informações, disponibilizamos  uma senha de acesso que possibilita acompanhar qual é a real situação dos trâmites liberatório aduaneiros no Centro Unificado.


Área de Qualidade – ISO 9001:2000

Única fronteira rodoviária com Certificação ISO 9001:2000, com alcance: Prestação de serviços de ingresso, registro, permanência, serviços de apoio, liberações administrativas e saída do Centro Unificado de Fronteira do transporte internacional de cargas.

Contatos

 

 

Presidencia

 

Presidente

José Luis Vazzoler

 

jvazzoler@mercovia-sa.com

 

 

 

Área  Administrativa

 

 

Chefe Área Administrativa

 

Viviana Staudenmann

 

viviana.staudenmann@mercovia-sa.com

 

 

 

 

Área Comercial

 

Área Comercial & Marketing

Maristela Gazano Trindade

maristela.trindade@mercovia-sa.com

 

 

   

 

 

Área Operacional

 

 

 

Chefe da Área Operacional

 

 

Verónica Storti

 

 

veronica.storti@mercovia-sa.com

 

      Coordenador Operacional

 

 


              

                André Munari

 

 

 

                  Assessorias

 andre.munari@mercovia-sa.com

 

 

 

 

 

Assessor Técnico e Qualidade

 

Rubén Bresciani

 

ruben.bresciani@mercovia-sa.com

 

Recursos Humanos

 

Agustina Maseras

 

agustina.maseras@mercovia-sa.com

 

Relações Institucionais

 

Josefina Maseras

 

josefina.maseras@mercovia-sa.com

 

Assessor Informático

 

Marcos Muller

 

marcom@dbsystem.com.br


DIFERENCIAL ENTRE ADUANAS DO CENTRO UNIFICADO DE FRONTEIRA E FRONTEIRAS DO MERCOSUL

• Única parada para o veículo em fronteira, ocasionando menor desgaste dos motoristas e total segurança;
• Não utiliza senhas para ingresso de veículos, o ingresso em área alfandegada, depende exclusivamente da agilidade dos operadores de Comércio Exterior;
• Aduana Brasileira e Argentina fisicamente interligadas, conseqüentemente,  redução de burocracia e tempos em fronteira;
• Total transparência nos serviços prestados, informações completas on-line, desde a entrada dos veículos em fronteira até sua saída;
• Sistema informático interno em dois idiomas;
• Possibilidade de seguimento das cargas via Internet ou via EDI;
• Emissão de Certificado de Origem MERCOSUR, nas próprias instalações do Centro Unificado;
• O representante brasileiro poderá iniciar trâmites liberatórios junto à Receita Federal, a partir do registro da presença de cargas feita pelo Concessionário, após o ingresso do veículo na guarita de entrada Argentina.
• Todos os trâmites liberatórios acontecem no mesmo local. Despachantes, agentes de transporte e transportadores não necessitam transladar-se para liberar as cargas, tudo poderá ser feito em um único local, conseqüentemente diminuindo custos operacionais e administrativos;
• Transferência de documentos entre as Aduanas, via concessionário MERCOVIA.
• O Centro Unificado de Fronteira, conta com clientes fiéis, responsáveis por  cargas de alto valor agregado, devido às condições específicas de segurança;
• As empresas que optam pela  fronteira de São Borja – Santo Tomé, necessitam de agilidade na liberação das cargas para reduzir consideravelmente custos logísticos e cumprir com prazos de entrega à clientes;
• Os veículos que transportam exportações ou importações, ingressam no Centro Unificado de forma imediata, não necessitam aguardar nenhum tipo de sinal ou senha para ingresso;
• O concessionário dispõe de áreas para instalações de empresas que buscam desenvolver sua logística em fronteira.



 
 

Clique aqui para fazer o download do arquivo
'ponte ii.jpg'
(JPG - 0,07 Mb)

 

Clique aqui para fazer o download do arquivo
'ponte internacional da integração .jpg'
(JPG - 0,12 Mb)

 

Por Mercovia - Maristela Gazano Trindade

 

Qual a sua avaliação?

0 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Recomendar   Imprimir

Clique para ampliar

Leia Também

Cantareira chega ao 100º dia de queda mesmo com chuva no domingov

Sincodiv/Fenabrave-RS recebe presidente da Foton Aumark

Planejamento deficiente afeta mais que licenciamento lento

Empresas adotam regras rígidas contra o uso excessivo de celulares

Em 2025 os habitantes de Helsinki não terão mais razões para possuir um carro

Aliança Navegação e Logística participa do evento “A Hora da Cabotagem”

Obras na Marginal do Tietê realizadas pela Prefeitura de São Paulo alteram acesso da Via Dutra

Airbus culpa pilotos, TAM e Infraero por acidente em Congonhas em 2007

A bagagem extraviou, e agora?

VLI instala dormentes de plástico na Ferrovia Centro-Atlântica

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

UFRGS

Federasul

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística