Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 21 DE OUTUBRO DE 2014

Email
HOME
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  21/10/2014   Indústrias anteveem ônus bilionário com eletricidade - Que a eletricidade custará mais em 2015 é ponto pacífico para os consumidores, poi...     21/10/2014   Democracia, estrada para a paz - Segundo o filósofo italiano Norberto Bobbio, para um regime democrático o estar em transformação é seu e...     20/10/2014   O preço do petróleo em queda traz perdas e ganhos - Em menos de duas semanas, a cotação do petróleo tipo Brent desabou de pouco mais de U...     20/10/2014   O trio de desigualdades - Houve uma dose considerável de desconexões nos recém-concluídos encontros anuais1 do Fundo Monetário Internacio...     20/10/2014   "Bolsa Microempresa" encarece e atrasa contratações públicas - Em 2006, o Estatuto Jurídico das Microempresas (Lei Complementar 123) crio...     20/10/2014   Brasil agiu certo na OMC. E errado - Na disputa eleitoral, os especialistas da oposição afirmam que o Brasil errou ao botar fichar nas ne...     20/10/2014   O equilíbrio dos poderes - Já afirmei que a campanha presidencial está tão agressiva porque quem perder perderá muito, talvez tudo. Será ...     20/10/2014   Proteção tarifária do país se mantém elevada e "rivais " reduzem impostos - "Perdemos a exportação e estamos perdendo também o mercado in...     20/10/2014   Agentes de trânsito vão usar radar móvel a partir do dia 28 em Cuiabá - A princípio dois radares móveis e 30 talonários eletrônicos serão...     20/10/2014   JAC muda de ideia e "rebatiza" SUV pequeno que estará no Salão de SP - Modelo que era chamado pela marca de T4, será lançado como T5. Exi...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

20/11/2005

Nova Gurgel vai produzir triciclos em área da prefeitura

Empresas

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

8,07

18 votos

O empresário paulista Paulo Emílio Lemos, que gastou apenas R$ 850 para arrematar a marca da falida Gurgel, um dos ícones da indústria automobilística nacional, está construindo uma fábrica num terreno do Distrito Industrial de Três Lagoas.

A área foi doada pela prefeitura local, que ainda lhe concedeu incentivos fiscais. Ali, serão produzidos alguns modelos que a Gurgel deixou de fabricar e triciclos motorizados. Também está em seus planos criar ali um museu da Gurgel. “O Brasil não pode esquecer essa jóia totalmente brasileira”, diz Lemos.

A disposição de investir nos setor começou no final de 2002, durante visita que Lemos fez à China, onde conheceu uma estranha picape de três rodas. O veículo é simples, barato e largamente usado nas regiões agrícolas chinesas.

Lemos obteve licença do fabricante e atualmente está montando o triciclo em Presidente Prudente (SP), onde vive. “Na ocasião do fechamento do negócio com os chineses, ficou decidido que eu iniciaria as importações por minha conta e risco”, diz. O próximo passo será nacionalizar o triciclo com a marca Gurgel e fabricá-lo em Três Lagoas, a partir do final de 2006.

Além dos triciclos, serão fabricadas novas versões dos modelos Carajás e Tocantins, lançados pela Gurgel no passado. Lemos também adquiriu da massa falida da empresa os moldes desses carros. A Tritec Motors, de Campo Largo (PR), fornecerá o motor 1.6, desenvolvido pela BMW alemã. Atualmente, Lemos está negociando o fornecimento de itens como os eixos dianteiro e traseiro, além do câmbio, com uma das maiores fábricas chinesas deste segmento , fornecedora da coreana Hyundai.

Segundo o empresário, serão investidos R$ 3 milhões na produção inicial do Carajás. Uma outra unidade, prevista também para 2006, deverá ser implantada na cidade de Presidente Venceslau, no interior paulista. Produzirá os triciclos utilitários, além de peças.

Lemos diz não acreditar, ainda, como conseguiu obter a marca Gurgel. Ele entrou no website do Instituto Nacional de Propriedade Industrial(INPI) e percebeu que o registro constava como extinto. “A funcionária de um escritório de marcas e patentes me disse que quem registrasse primeiro levava”, lembra. Lemos entrou, pagou R$ 850 de taxas e levou. Com a oposição, diga-se, dos herdeiros de João Augusto do Amaral Gurgel, o fundador da montadora, que tentam impedir na Justiça o relançamento da marca que leva o nome familiar.

 

Por O Estado de São Paulo

 

Qual a sua avaliação?

2 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Recomendar   Imprimir

Clique para ampliar

Leia Também

Cummins celebra parceria e marco histórico da Foton Caminhões

TNT vê demanda aquecida e lucro segue na meta

Cummins desiste de ter fábrica no interior de SP

GE tem lucro acima do esperado no 3o trimestre

Eike entrega OGX a credores para se livrar de dívida de R$ 13,8 bilhões

Indústrias anteveem ônus bilionário com eletricidade

Democracia, estrada para a paz

O preço do petróleo em queda traz perdas e ganhos

O trio de desigualdades

"Bolsa Microempresa" encarece e atrasa contratações públicas

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

UFRGS

Federasul

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística